• Home
  • Blog
  • Business
  • Exportações da indústria brasileira de dispositivos médicos seguem ritmo de crescimento

Exportações da indústria brasileira de dispositivos médicos seguem ritmo de crescimento

Montante exportado em abril supera em 22,3% o valor médio do primeiro trimestre

A indústria brasileira de dispositivos médicos segue em ascensão. Em abril, o setor exportou US$ 75 milhões em produtos para diversas partes do mundo, superando em 22,3% o valor médio exportado no primeiro trimestre, que era de US$ 61,3 milhões.

Quando comparado com o mesmo período de 2021, as verticais de odontologia e médico-hospitalar são as que apresentam maior crescimento, respectivamente 26,64% e 17,5%. Esses mesmos segmentos também são responsáveis por 81% do valor total de dispositivos médicos exportados pelo país nos quatro primeiros meses deste ano. Entre os itens estão instrumentos e aparelhos para odontologia, preparações para higiene bucal, dentes artificiais de acrílico, produtos e cimentos para obturação dentária, pensos adesivos, válvulas cardíacas, agulhas para sutura e aparelhos de eletrodiagnóstico.

A indústria de saúde nacional exporta principalmente para o continente americano, sendo que Estados Unidos, Argentina e Chile despontam como os maiores compradores dos dispositivos médicos fabricados em território brasileiro.

A fim de ampliar o relacionamento com esses países, o Brazilian Health Devices (BHD), projeto setorial da Associação Brasileira da Indústria de Dispositivos Médicos (ABIMO) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), vem investindo em ações focadas no território americano.

No mês de maio, por exemplo, foi organizada uma nova edição do Projeto Comprador, desta vez buscando oportunidades para a exportação de dispositivos médicos para a América Latina. A ação previa a realização de rodadas de negócios virtuais e permitia que as empresas participantes negociassem com mais de 40 compradores latino-americanos.

Além disso, para abrir o rol de eventos internacionais do segundo semestre, 34 empresas apoiadas pelo projeto estarão na FIME (Florida International Medical Equipment Trade). A feira, considerada a principal do setor médico-hospitalar das Américas, será realizada entre 27 e 29 de julho em Miami (EUA). Essa, que será a 18ª participação do BHD no evento, marca o retorno do projeto ao pavilhão da FIME após dois anos de afastamento em decorrência da pandemia de covid-19.

“Na última vez que estivemos na FIME, em 2019, nossas empresas geraram aproximadamente US$ 1 milhão em novos negócios durante os três dias de exposição. Nossa expectativa para esse ano é de retomar a proximidade com compradores e distribuidores que atendem todo o território americano, incluindo a América Latina”, comenta José Fernando Dantas, analista de acesso a mercados da ABIMO.

Paralelamente à FIME acontece a AACC. A principal e mais importante feira do setor de produtos para laboratório e diagnóstico dos Estados Unidos será realizada entre 24 e 28 de julho em Chicago (EUA) e também contará com um pavilhão brasileiro organizado pelo BHD.

Essas ações fortalecem a imagem da indústria nacional perante o mercado externo e levam as fabricantes brasileiras para apresentar seus produtos diretamente aos principais compradores internacionais.

Fonte: ABIMO

Artigos relacionados

  •  +55 11 2365-4336

  • Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

  • Estamos em  São Paulo

  • Alameda dos Maracatins, 1217 - Conj. 701
  • Indianópolis - São Paulo - SP

Cadastre-se em nossa newsletter

Nos conte o seu nome :)
Acho que existe algo errado em seu e-mail.

Olá, esse é o canal via Whatsapp da Medical Fair Brasil. Aqui você tira dúvidas sobre assuntos como: inscrição, quero expor, palestras e assuntos relacionados a feira.

WhatsApp
Close and go back to page